SILVIA REGINA LIMA
Escrevo e me transporto para dentro daquilo que escrevi.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


OS MORTOS


Deixe-me em paz
pede o morto chorando

eu devo partir

Deixe-me em paz
pede o morto sofrendo

preciso subir

Deixe-me em paz
pede o morto aflito

sou espírito.


Silvia Regina Costa Lima
24 de setembro de 2014








Uma Reflexão Espiritual:


Se um dia houver "telefone" na outra dimensão, alguns espíritos irão, com certeza, jogar o seu celular num lago qualquer para evitar os chatos chamados dos vivos e terem um pouco de paz a que, no espaço, fazem jus - pelo menos ali... rsrs

Deixem os mortos fazer a sua evolução espiritual, gente! É inaceitável, é desumano, é intolerável os vivos não prosseguirem aqui com suas próprias vidas e ficarem de queixumes e lamentos sobre quando será o próximo reencontro com quem morreu. Será que as pessoas nunca leram nada que escreveu
Kardec, Chico Xavier, Meimei e outros? Será que não possuem um mínimo de discernimento e piedade por quem não pode mais responder nem dizer que os deixem em sua caminhada para a Luz?

Chamar os mortos em vão é erro insensível e impiedoso que custa caro aos seres que se foram, pois ficam
presos entre dois mundos, parados no Umbral, no Limbo, sem conseguirem seguir adiante na nova trajetória. A vida prossegue na Terra e no Espaço Sideral e desrespeitar isso é ir contra os mandamentos divinos. Temos que fechar os ciclos. Deixar a pessoa ir, pois isso é o verdadeiro amor: libertar!

E aqui caminharmos pra frente: há novas estradas a trilhar, novas oportunidades, novos personagens, novas conquistas a alcançar. E tanta gente pra gente ajudar! Ocupem o tempo com coisas novas deixando de lado tanta lamúria, pois nem mortos nem vivos suportam isso...rsrs.  Orar por eles é uma coisa,  agora ficar chamando é bem outra, pois isso confunde os espíritos. Perturba-os. Impede sua evolução. Isso é cruel.

Vamos cuidar de crianças carentes,  com câncer, idosos solitários em asilos a precisar de uma visita fraterna, vamos fazer um
trabalho voluntário qualquer... tanta coisa pra preencher o ócio e a falta de sentido na vida... vamos ocupar melhor nosso tempo sobre a Terra... fazer valer a nossa existência pessoal.... é tempo de evoluir - a gente e os mortos!

Os que morreram aqui na Terra estão
em difícil situação do outro lado -
aprendizes ainda - alguns até tentando encarnar novamente para resgatar seus karmas familiares. Sim, creio nisso, assim como Chico Xavier, André Luiz, Bezerra de Menezes e Kardec (entre outros) tanto tentaram nos ensinar...  então, vamos dar aos que se foram a oportunidade de seguirem seu próprio caminho sem serem chamados a cada segundo, pois os mortos não podem mais se defender de lamentos anos a fio! Tem gente que chega a parasitar os pobres mortos, pois quase se enterram com eles... minha nossa! Isso não é mais amor e gera doenças psíquicas e espirituais. A vida segue adiante para os que ficam na Terra. 'Carpe diem' com alegria e dignidade, é isso que os mortos esperam de nós.

O que passou não voltará jamais! Nunca mais será igual e nunca do mesmo modo... Foi a Justiça Divina que determinou tais despedidas e separações... ninguém morre nem morreu sem essa ordem superior... e todos sabemos: cada alma tem seu momento de ir. Cuidemos, sim, que nosso tempo cá na Terra seja belo e bom e não cause mais nenhum dano a ninguém - antes que tudo se acabe para nossas vidas também... pois "depois" será tarde e a conta apresentada será muito alta...

É isso.

Silvia Regina
SILVIA REGINA COSTA LIMA
Enviado por SILVIA REGINA COSTA LIMA em 24/09/2014
Alterado em 26/09/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários