SILVIA REGINA LIMA
Escrevo e me transporto para dentro daquilo que escrevi.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

CHORO DE POETA

Chora na alma de qualquer Poeta
o poema que não foi dito
... escrito.

Os versos deviam sair do caderno,
de cada móvel, antigo ou moderno,
sendo de tristeza sendo de beleza,
de bem-querer ou de puro lamento
para, fugindo de fechadas gavetas,
lançarem-se ao ar, saírem ao vento
a voar livremente feito borboletas

- e só depois tornarem-se eternos.


Silvia Regina Costa Lima
20 de outubro de 2017


_____________________
Minha homenagem carinhosa a todos os poetas pelo belo dia de hoje... que todos se sintam abraçados e elogiados por seu talento e sensibilidade
SILVIA REGINA COSTA LIMA
Enviado por SILVIA REGINA COSTA LIMA em 20/10/2017
Alterado em 27/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários